O Autismo ou os Transtornos do Espectro Autista (TEA) é uma condição médica classificada dentro dos Transtornos do Desenvolvimento e atinge de 0,8% a 1% das crianças, na proporção de 1 para cada 51 nascimentos. É uma desordem no cérebro que acontece durante a gestação

Um dos laboratórios de vanguarda, referência no assunto tem um médico brasileiro encabeçando o projeto na Califórnia. Ele segue duas linhas de pesquisa: uma se aprofunda em saber qual a base biológica do autismo e como essa mutação afeta as células cerebrais e a outra linha estuda medicamentos para melhorar a eficácia destes. O laboratório usa “mini-cérebros” humanos, lá desenvolvidos através da reprogramação de células troncos que tem como objetivo uma resposta mais real aos questionamentos das pesquisas.

O Autismo leva a problemas no desenvolvimento da linguagem, na interação social, nos processos de comunicação e do comportamento social da criança. Tem diversos graus e se desenvolve de maneira única em cada um dos portadores, tendo pontos em comum, entre todos. A base do tratamento é a condução multidisciplinar precoce (de preferência antes dos 3 anos) com ênfase em abordagens psicossociais, reabilitação de atrasos de desenvolvimento, medicações e suporte escolar.

Confira aqui o link do vídeo que inspirou nosso artigo.

× WhatsApp